O uso sustentável da biodiversidade na Amazônia
HUB de Inovação Tecnológica é tema de Workshop em Santarém

Pesquisadores-coordenadores de laboratórios participaram de debate sobre Hub e traçaram perfil de como empreender e inovar em bioeconomia no Tapajós.

O conceito de Hub de Inovação Tecnológica (HIT) no Tapajós voltado à bioeconomia foi apresentado no dia 4 de abril de 2019 pela Professora Patrícia Chaves de Oliveira, assessora técnica da BioTec-Amazônia durante o I Workshop da BioTec-Amazônia na Região do Tapajós. O evento, promovido e apoiado pela Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), neste primeiro momento, é voltado para pesquisadores-coordenadores de laboratórios da instituição interessados em discutir a criação de um Hub de Inovação Tecnológica (HIT) à Bioeconomia.

“O objetivo desse workshop da BioTec-Amazônia  foi colocar em pauta a discussão desse HUB de inovação tecnológica, que só é possível acontecer a partir desse arranjo intersetorial entre instituições de ciência e tecnologia, as chamadas ICTs, empresas e comunidades tradicionais na região do Tapajós, território oeste do Pará”, explicou Patrícia.

Os hubs podem ser considerados espaços físicos propícios ao encontro e interação de pessoas de diferentes setores, que queiram trabalhar, empreender e inovar em rede em um dado tema de interesse, no caso específico, a bioeconomia no Tapajós. A palavra hub na linguagem tecnológica refere-se a uma peça central, que recebe os sinais transmitidos pelas estações e que os retransmite para todos.

Patrícia Oliveira apresentou proposta de HUB de Inovação Tecnológica para a região do Tapajós.

Patrícia explicou que a BioTec-Amazônia trouxe a proposta de HUB de Inovação Tecnológica para a região do Tapajós para iniciar um diagnóstico do perfil dos laboratórios que a UFOPA possui, com trabalhos voltados à bioeconomia, “bem como foi apresentado um perfil das empresas instalados na região do Tapajós, associado ao perfil das comunidades que estão em cima dessa biodiversidade. Então, após isso, foram levantados, pelos coordenadores dos laboratórios, os gargalos existentes. Os próximos passos serão um detalhamento desses laboratórios na UFOPA, uma apresentação dos ‘gaps’ por escrito destes laboratórios para que se alavanque a bioeconomia na região e, provavelmente, isso vai ser formatado em um fórum de desenvolvimento e inovação tecnológica para o Tapajós”, explicou a professora.

O evento contou com a participação do Professor José Roberto Branco Filho, docente da Ufopa e atual diretor da Agência de Inovação Tecnológica (AIT). Para Roberto, a vinda da equipe da BioTec foi importante para alinhar ainda mais as atividades da UFOPA com o trabalho realizado pela organização com sede no Parque de Ciência e Tecnologia, em Belém (PA).

O evento contou com a participação do Professor José Roberto Branco Filho, docente da Ufopa e atual diretor da Agência de Inovação Tecnológica (AIT). Para Roberto, a vinda da equipe da BioTec foi importante para alinhar ainda mais as atividades da UFOPA com o trabalho realizado pela organização com sede no Parque de Ciência e Tecnologia, em Belém (PA).

“Foi importante a vinda da BioTec-Amazônia para Santarém para a gente conhecer as ideias que eles têm para o desenvolvimento do Pará como um todo e também da nossa região. Isso fomentou uma boa discussão para a gente identificar os gargalos imediatamente, destravar essa roda e começar a trabalhar junto”, destacou Roberto Filho.

O professor da UFOPA explicou que agora já se sabe a estratégia para destravar o andamento do trabalho em conjunto, BioTec-Amazônia e UFOPA. “Então, a partir disso, vamos mapear as nossas capacidades e isso já está em andamento com a Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação Tecnológica (Proppit) da Ufopa, do Professor Domingos Diniz, e a gente já está revisando as normativas e as resoluções internas da universidade para a gente desburocratizar e dar andamento e também dar segurança jurídica para todos os atos que vão ser necessários para que isso venha a ocorrer”, finalizou.

Silvia Leão

Comunicação BioTec-Amazônia. E-mail: silviadesouzaleao@biotecamazonia.com.br. Telefone: (91) 99271-5573. Endereço: Espaço Empreendedor, localizado no Parque de Ciência e Tecnologia Guamá – PCT Guamá, 3ºandar, salas 401 a 404.

Deixe uma resposta

Fechar Menu