O uso sustentável da biodiversidade na Amazônia
Discutir os avanços no setor de alimentos leva BioTec-Amazônia à Congresso
Um dos papéis da BioTec é juntar os diversos setores da inovação e descobrir o que está sendo feito em termo de pesquisa dentro das universidades e das ICT’s

A Organização Social BioTec-Amazônia esteve presente de 13 a 16 de agosto de 2018 no Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos (CBCTA), em Belém (PA). O evento tradicional da área de Alimentos é promovido a cada dois anos pela Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos (SBCTA). A OS contou com um stand nos quatro dias de congresso onde apresentou seu trabalho do uso sustentável da biodiversidade da Amazônia.

Com o tema “O Uso Consciente da Biodiversidade: Perspectivas para o Avanço da Ciência e Tecnologia de Alimentos” as discussões aconteceram em torno dos principais aspectos da utilização plena da biodiversidade através de processos e/ou tecnologias limpas e com baixo impacto ambiental para desenvolver inovação e sustentabilidade na produção de alimentos seguros e de qualidade.

O congresso teve uma programação científica de elevado nível com a participação de representantes renomados dos mais diversos setores da área de alimentos e ainda ofereceu minicursos e apresentação de trabalhos científicos. Os assessores técnicos da BioTec-Amazônia estiveram presentes em vários cursos e palestras ao longo do evento para atualização sobre o que está sendo discutido no mercado de alimentos, quais são as tendências, quais são as novidades do setor e descobrir o que está acontecendo em todo o Brasil.

Camila Moreira Bastos, assessora técnica da BioTec-Amazônia, mestra em Engenharia de Alimentos, com experiência em grandes indústrias no segmento de óleos vegetais e bebidas, além da vivência nas áreas de P&D e Qualidade, explicou que ter em Belém um Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos é muito importante pela visibilidade dado à nossa região, à Amazônia, pois isso tem um grande apelo para o mercado alimentício.

“Aqui temos frutos ricos em compostos de bioativos e isso tudo está sendo abordado no próprio evento. É importante a BioTec-Amazônia estar presente porque aqui encontramos representantes de diversos setores. Aqui nós temos, não só a academia, mas representantes de empresas, do poder público. Então, como um dos papéis da BioTec é fazer essa articulação, esse é o momento de nós entendermos o que as empresas de alimentos estão fazendo, o que elas querem fazer, quais as tendências que as empresas estão buscando. Entender o que está sendo feito em termo de pesquisa dentro das universidades, das ICT’s e articular, da melhor forma, como essas parcerias podem acontecer”, explicou Camila.

Um dos papéis da Organização Social é juntar os diversos setores da inovação. A BioTec-Amazônia, que faz a gestão do Programa BIOPARÁ, ferramenta ligada às cadeias produtivas aqui da nossa região, busca agregar valor às matérias primas e tenta viabilizar formas do Estado sair do mero papel de fornecedores de insumos e, através de ciência e tecnologia,  desenvolver essas matérias primas e trabalhar com empresas intermediárias.

Congresso – Desde a sua criação em 1988, o Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos (CBCTA) reúne os principais representantes da área que atuam diretamente nos órgãos governamentais e nas indústrias, além de pesquisadores, professores e estudantes de graduação e pós-graduação. Nesta edição, o XXVI CBCTA, ocorrida pela primeira vez na Região Norte, no Hangar Centro de Convenções, em Belém/PA, foram realizadas várias atividades em alusão a comemoração dos 50 anos da SBCTA e dos 60 anos da UFPA.

Silvia Leão

Comunicação BioTec-Amazônia. E-mail: silviadesouzaleao@biotecamazonia.com.br. Telefone: (91) 99271-5573. Endereço: Espaço Empreendedor, localizado no Parque de Ciência e Tecnologia Guamá – PCT Guamá, 3ºandar, salas 401 a 404.

Deixe uma resposta

Fechar Menu