Carteira CDR/Pará (RMB) seleciona 65 projetos de pesquisa
  • Post category:Eventos

Os trabalhos escolhidos formam a Carteira de Projetos por alvo temático onde os selecionados passaram por uma avaliação das equipes BioTec-Amazônia e Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE).

O Centro de Desenvolvimento Regional – CDR/Pará Região Metropolitana de Belém – RMB realizou nesta quarta, dia 14 de outubro de 2020, a primeira reunião, de modo virtual, com os pesquisadores selecionados pelo Chamamento para Propostas de Projetos. Os trabalhos escolhidos formaram a Carteira de Projetos CDR/Pará – RMB, por alvo temático, constituída em um total de 65 pesquisas selecionadas pela BioTec-Amazônia em conjunto com o Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), em Brasília (DF).

De acordo com o Diretor-Presidente da BioTec-Amazônia e coordenador do CDR/Pará, José Seixas Lourenço, mais de 200 projetos foram enviados em um primeiro momento. “Foi uma grande adesão ao projeto CDR e por isso esse volume de projetos apresentados”, ressalta. Após a análise realizada pelo CGEE e homologado os 65 projetos de pesquisas, os autores das propostas puderam participar, de maneira virtual, de reunião com membros da equipe CDR/PA – RMB e do CGEE.

Grupo de pesquisadores que formam a Carteira de Projetos CDR/Pará – RMB.
(Imagem: Ascom CDR-Pará)

O encontro teve por objetivo orientar e esclarecer os pesquisadores sobre o preenchimento do Plano de Projetos. O CDR/PA – RMB, buscando mobilizar as competências disponíveis nas instituições de ciência e tecnologia, nos órgãos das esferas federal, estadual e municipal e nas entidades do setor produtivo, seleciona projetos que podem ser colocados em prática e que não fiquem apenas no papel ou nas prateleiras dos laboratórios, para que possam impactar, positivamente, no desenvolvimento local.

Para Camille Bemerguy, Coordenadora do Escritório de Projetos, esse encontro é muito importante, pois é uma primeira etapa desse trabalho. “Esse chamado é pioneiro para dar esse apoio a vocês no preenchimento do Plano de Projeto. Nós queríamos agradecer muito a todos vocês pelo envio das propostas e também a gentileza de participarem desse encontro”.

Esse grupo de pesquisadores estará na 2ª Oficina CDR/Pará – RMB, que acontece no próximo dia 29 de outubro de 2020, para que se inicie o trabalho de articulações aos projetos selecionados. O CDR/Pará – RMB já está contactando e alinhavando com agências financiadoras distintas, como Banco da Amazônia (BASA), Banco do Estado do Pará (Banpará) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e apresentando para seus representantes os projetos encaminhados pelos pesquisadores e que agora compõe a Carteira de Projetos, conforme critérios e diretrizes elaborados para este fim.

Contextualização – Alex Fiúza de Mello, Coordenador do Escritório de Relações Institucionais do CDR/PA – RMB, explicou que era importante fazer uma contextualização do trabalho e dar uma explicação do processo até os resultados e as perspectivas que se abrem a partir dessa iniciativa. “O que é importante compreender dessa iniciativa do CDR é que ele é um programa do Ministério da Educação que tem por objetivo incentivar, incrementar, cada vez mais a articulação das instituições que produzem conhecimento, nas universidades e institutos de pesquisa, com os agentes sociais do território institucional aonde essas instituições se inserem”.

Para além dessa articulação, o Coordenador explicou aos participantes do encontro que essa é uma iniciativa que visa a contribuir para uma mudança cultural do ambiente acadêmico, sensibilizando cada vez mais, a partir de ferramentas e mecanismos que fazem a articulação com os problemas do desenvolvimento sustentável na sociedade em que estamos inseridos.

“Esse Centro não é uma instituição estruturada com personalidade jurídica. Ele é um Centro de Inteligência e Articulação. É muito importante entender o papel do CDR. É um instrumento de articulação. Essa estrutura foi pensada de uma maneira simples e flexível para se dedicar integralmente para fazer essa articulação. Articulação entre os agentes institucionais no qual resulta e depende o desenvolvimento econômico e social”, explicou. O Coordenador do Escritório de Relações Institucionais do CDR/PA – RMB reforçou que o objetivo de todo esse trabalho é construir carteiras de projetos que tenham a finalidade de impactar no território a partir da construção de conhecimento.

Chamamento – O Centro de Desenvolvimento Regional – CDR/Pará, gerenciado, em nível nacional, pela organização social Centro de Gestão e Estudos Estratégicos – CGEE e, em nível local, pela Associação BioTec-Amazônia realizou um Chamamento para Propostas de Projetos onde mobilizou pesquisadores, grupos de pesquisa, empreendedores, profissionais e demais entidades interessadas, atuantes na área da bioeconomia. As propostas foram encaminhadas até o dia 14 de agosto de 2020, quando foram apresentadas propostas para a composição de uma carteira de projetos, conforme critérios e diretrizes elaborados, para que seus resultados sejam aplicados em favor da sociedade.

Em âmbito local, o CDR-Pará (RMB) é gerido pela BioTec-Amazônia, qualificada pelo Governo do Pará como organização social para promover o uso sustentável da biodiversidade estadual e regional, por intermédio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet). A BioTec-Amazônia é a primeira OS vocacionada para a ciência e inovação em nível estadual no Brasil.

Silvia Leão

Comunicação BioTec-Amazônia. E-mail: silviadesouzaleao@biotecamazonia.com.br. Telefone: (91) 99271-5573. Endereço: Espaço Empreendedor, localizado no Parque de Ciência e Tecnologia Guamá – PCT Guamá, 3ºandar, salas 401 a 404.